Sinecom-JP

A luta não acabou. Dia 22 de abril, CUT vai às ruas contra terceirização

Data publicação: 19/04/2015    Autor: Marcell    Categoria: NewsPaper

No "Dia Nacional de Paralisações Contra o PL 4330" os trabalhadores deram um recado à Câmara dos Deputados Federais em Brasília, que sentiu a pressão e recuou. Enquanto o PL 4330 não cair, não haverá arrego.

Na próxima quarta-feira (22), a CUT intensificará, em todo o País, a luta nas ruas e nas redes contra o PL 4330, que amplia a terceirização no Brasil. Em Brasília, mais uma vez, os parlamentares vão se reunir para analisar e votar os destaques do projeto.

Na última quarta-feira (15), o “Dia Nacional de Paralisação Contra o PL 4330”, convocado pela CUT e outras centrais sindicais, mobilizou trabalhadores e trabalhadoras de diversas categorias que deram uma resposta à Brasília, mostrando que não aceitarão a terceirização.

A pressão popular surtiu efeito e na Câmara, diante do recuo de muitos parlamentares, o presidente da Casa, Eduardo Cunha (PMDB), teve que adiar a votação dos destaques do PL 4330. O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB), imediatamente foi aos microfones dizer que por lá o projeto não será aprovado. 

“Para nós termos um Brasil melhor, vai ter que mexer na linha econômica. Ajuste, se for pra fazer, que faça nas grandes fortunas”, defendeu o presidente da CUT, Vagner Freitas, que atacou o projeto da terceirização. “Se for preciso fazer uma greve nacional pra impedir que se mexa no PL 4330, não tenham dúvidas de que faremos.”

 O SINECOM continua neste luta, na Grande João Pessoa, perticipe e defenda junto conosco seus direitos, JUNTOS SOMOS MAIS FORTES.

 

 Escrito por: CUT Nacional e Assessoria de Comunicação do SINECOM

Tags: PL4330, PARALISAÇÃO, LUTA, TRABALHADORES