Sinecom-JP

Contracs participa de encontro sobre acordo Mundial entre UNI e Carrefour na Suíça

Data publicação: 15/11/2015    Autor: Marcell    Categoria: NewsPaper

Nos dias 20 e 21 de outubro, em sua sede mundial, na cidade de Nyon (Suíça), a UNI Global Union – Federação Sindical Global promoveu importante encontro de trabalhadores/as, dirigentes sindicais de vários países do mundo para dar conhecimento detalhadamente sobre o acordo global assinado no último dia 30 de setembro de 2015 pela UNI e a empresa Carrefour.

Países latino-americanos, europeus e euroasiáticos se fizeram representar no encontro que foi dirigido pela Secretária Mundial da UNI Union Global Comércio, Alke Boessiger.

Como afiliada e grande parceira da UNI, a Contracs/CUT esteve presente ao evento em Nyon através de seu secretário de relações internacionais, Eliezer Gomes que durante o encontro foi escolhido pelos seus pares para exercer a função de relator do grupo composto pelo Brasil, Argentina, Espanha e Bélgica.

O novo acordo assinado entre a UNI e o Carrefour traz importantes componentes, que mostram claramente um avanço em relação ao assinado em 2001 desde a declaração de princípios até a inclusão de pautas apresentadas pelos/as trabalhadores/as da empresa em todo o mundo, tais como a promoção do diálogo social construtivo e permanente e a promoção do respeito pelos direitos fundamentais dos funcionários das entidades do Carrefour.

Além disso, o acordo é muito claro no compromisso de respeito integral às convenções e textos internacionais que tratam dos seguintes documentos internacionais: a Carta Internacional dos Direitos do Homem; a Declaração sobre a eliminação de todas as formas de discriminação em relação às mulheres e os Princípios de autonomia das mulheres definidos por ONU Mulheres (WEPs).

O acordo ainda apresenta outros aspectos importante tais como a liberdade sindical e a proteção dos direitos sindicais. A empresa e a UNI entendem como fundamentais, reconhecem e respeitam os seguintes pontos previstos na OIT:  respeito aos princípios da Convenção Coletiva; abolição do trabalho forçado; Proibição do trabalho infantil (idade mínima) e da exploração infantil; Luta contra todas as formas de discriminação e Igualdade de remuneração entre homens e mulheres.

Segundo o secretário de relações internacionais da Contracs, Eliezer Gomes, o ponto mais significativo do acordo é o item para o desenvolvimento do trabalho sindical com liberdade e respeito, que diz: “CARREFOUR e UNI Global Union reconhecem a necessidade de se respeitar as regras locais e internacionais de criação de sindicatos ou de adesão a organizações sindicais...” b) “A presença sindical nas estruturas do Carrefour é uma realidade histórica.” c) “Respeitando a legislação de cada país onde Carrefour exerce suas atividades, e de acordo com seus princípios, as partes reconhecem a utilidade da presença sindical e a liberdade de adesão dos funcionários à organização sindical de sua preferência.”

No segundo dia de encontro, os participantes da reunião receberam o diretor mundial de relações sociais do Carrefour, senhor Jean-Luc Delenne e puderam fazer perguntas e intervenções.

O diretor ratificou verbalmente o acordo assinado, ouviu comentários e reivindicações dos/as líderes dos países ali representados.

O acordo compõe um documento de 19 páginas e em breve estará à disposição das entidades filiadas à Contracs para que seja utilizado junto aos/as trabalhadores/as num processo de conscientização e educação, bem como para nortear nossa liderança no processo permanente de negociação e diálogo social.

 

Escrito por: Adriana Franco e Eliezer Gomes/ Contracs

Tags: CONTRACS, UNI, CARREFOUR, TRABALHADORES